Brasília, 26 de junho de 2017
15
fev

0

Comentários

Para mudar basta querer?

15 de fevereiro, 2008 | Autor: Amauri Nóbrega | Tópicos: Comportamento
Tags: , ,

Se você chegou aqui, depois de lê os outros textos, e ainda estiver com uma baita dúvida na cabeça. Afinal de contas eu preciso mudar? Por quê? Esses questionamentos apareceram porque você ainda não tem formulada a sua ambição pessoal. Lembra do que falamos sobre missão de vida? A missão é o que você veio fazer aqui. A visão é aonde quer chegar. O planejamento é o como.

 

Pela minha experiência, para mudar não basta querer, tem que ter força de vontade de levantar e ir à luta. Ter uma capacidade enorme de se auto-motivar. A má notícia é que para chegar lá vai “doer”.

 

Certa vez assisti uma entrevista da Hortência, a nossa eterna jogadora do basquete. Em um determinado momento, o entrevistador perguntou o que ela fazia para ser uma jogadora tão diferenciada das outras. Ela respondeu que a diferença estava no foco, todo dia após o treino, ela ficava treinando lances livres, as outras jogadoras também, porém elas paravam quando o braço começava a doer, e ela, Hortência, só parava quando atingisse o objetivo dela, porque doer era certo que iria acontecer.

 

Amigo, infelizmente é isso, se você tem um objetivo, e no meio do caminho a “dor” aparecer e você parar, você nunca irá atingir esse objetivo. Falo isso porque, no seu cérebro, na hora que você desistiu, ele já se programou que esse é o limite, então sempre que você chegar perto dele, o cérebro irá avisá-lo através da dor que você está chegando perto do limite e que é hora de parar.

 

Um exemplo prático é a corrida, quando você é sedentário e começa a correr, com 5 minutos vai ficar com um “palmo de língua” pra fora, se você na próxima vez, correr menos tempo, você nunca vai atingir o objetivo de correr, por exemplo, 1 hora. Você tem que quebrar o limite dos 5 minutos.

 

Essa é a diferença dos que atingem o objetivo daqueles que não atingem, porque eles sempre estão quebrando os limites impostos pelo corpo e principalmente pela mente. Em tudo na vida funciona desta forma, mudar não é fácil, você tem que quebrar paradigmas, e com certeza irá doer, mas se você mantiver focado no seu objetivo, não tenho dúvidas que você chegará lá, onde quer que deseje.

 

Forte abraço,

 

Amauri Nóbrega


								
x



Compartilhe: Blogblogs Technorati Delicious Facebook

Comentários